Aula 13 – O Novo Homem em Jesus Cristo | Subsídio da EBD

Hey, você já conheceu o ebook tsade? O guia completo com 150 páginas de ensino do hebraico bíblico e da cultura judaica.
Esse material é completo, vários estudos e interpretações bíblicas... clique aqui para saber mais....

Nesta Aula 13 – O Novo Homem em Jesus Cristo, estudaremos sobre justificação, regeneração e santificação do homem e veremos sobre a conversa entre Jesus e Nicodemos sobre o novo nascimento.

Revista – A Raça Humana Origem, Queda e Redenção
Aula 13 – O Novo Homem em Jesus Cristo | O Que é Nascer de Novo? | Subsídio da EBD – Subsídio da aula 13 da ebd.
Lembrando que este estudo é um subsídio da escola bíblica dominical – Lição 13: O Novo Homem em Jesus Cristo| Lição dos Adultos.

I – O NASCIMENTO DO NOVO HOMEM

1.1 – Nascido não do sangue nem da carne

Origem e Significado:

Nascer: Origem grego “gennethenai”, e significa “Nascer, Gerar”;
De novo: Origem grego “anothen”, e significa “de cima ou do céu; de novo ou de uma forma nova”

Por isso, pode-se ressignificar a ideia de Nascer de Novo como algo celestial, algo que vem de cima.

Uma vez que, nascer fisicamente é impossível, Jesus estava apresentando para Nicodemos uma ideia de âmbito espiritual: O Renascimento através da água e do Espírito.

1.2 –  Nascido de Deus – O que é nascer de Deus

Características do novo nascimento em Deus

  1. Não peca habitualmente, porque a semente de Deus permanece nele, e não pode continuar no pecado – 1 Jo 3:9;
  2. Quem ama Jesus é nascido de novo – 1 Jo 5:18 – Apóstolo Paulo também diz: Assim que, se alguém está em Cristo, nova criatura é; as coisas velhas já passaram; eis que tudo se fez novo – 2 Coríntios 5:17;
  3. Ele vence o mundo – 1 Jo 5:4 – Os nascidos de Deus vencem o mundo, isto é – não se deixam levar pelas coisas deste mundo, como: usos e costumes mundanos;
  4. Pratica a justiça e não aborrece seu irmão  – 1 Jo 3:10 – Esta é a característica mais forte daqueles que nasceram de novo – Praticam a Justiça.

1.3 –  Nascido da água – O que significa nascer da água

Há várias formas de interpretar o trecho “Nascer da água”. A seguir serão apresentadas 3 destas formas:

  1. O batismo com água: Considera-se ÁGUA no seu sentido literal fazendo referência ao batismo. Contudo, este sentido pode conflitar com outros fundamentos bíblicos como: Salvação pela graça. O batismo não é um pré-requisito salvífico ou tampouco um ato de purificação por si só, mas sim, uma confissão de fé.
  2. A palavra de Deus: Considera-se que a ÁGUA pode representar a purificação pela Palavra de Deus com base em  Efésios 5.26: “para a santificar, purificando-a com a lavagem da água, pela palavra” – E também conforme: João 15.3; I Pedro 1.23.
  3. O processo de purificação pelo Espírito Santo: Considera-se que o nascer da ÁGUA simbolizava o processo de purificação através do Espírito Santo, como é possível ver em Tito 3.5: “(..) Mas, segundo a sua misericórdia, nos salvou pela lavagem da regeneração e da renovação do Espírito Santo”

1.4 –  Nascido do Espírito Santo – O que significa nascer do Espírito

O que significa a expressão “nascer do espírito”? Vamos analisar alguns versículos:

Nascer do espírito refere-se exatamente ao abandono das ‘coisas deste mundo’, pois a bíblia ensina – “Não ameis o mundo, nem o que no mundo há. Se alguém ama o mundo, o amor do Pai não está nele” – 1 João 2:15

Aqueles que nascem do Espírito Santo, isto é – Tem um encontro com Ele, ele por uma transformação, isto é – novo nascimento em Espírito – “O que é nascido da carne é carne, e o que é nascido do Espírito é espírito” – João 3:6

Os nascidos do espírito tem algumas características, são elas:

  1. Ele é sensível para coisas espirituais;
  2. Ele toma decisões com base bíblica e orientada por Deus;
  3. Ele é influência positiva na vida das pessoas.

II – A JUSTIFICAÇÃO DO NOVO HOMEM

2.1 –  A inutilidade da justiça humana

Em Romanos 3.24 – “Sendo justificados gratuitamente, por sua graça, mediante a redenção que há em Cristo Jesus…” –  Paulo usa o verbo grego ‘apolytroseo‘ para se referir à redenção efetuada por Jesus Cristo. Essa palavra, conforme definem os léxicos da língua grega, tem sentido de redenção, resgate ou libertação.

Gostaria de ser um pregador diferenciado e pregar de forma impactante decorando os versículos e sem timidez? Clique aqui para aprender

O homem não tem o poder de fazer expiação por ele mesmo ou por outra pessoa.
Apenas Jesus conseguiu fazer o sacrifício perfeito para salvação da humanidade, observe este versículo: Mas nenhum homem a si mesmo pode salvar-se, nem pagar a Deus o seu resgate. Caríssimo é o preço da sua alma, jamais conseguirá – Salmos 49:7,8

Nossas obras, ainda que boas e aparentemente meritórias, não nos salvam nem nos justificam diante de Deus (Ef 2.8,9). Aliás, são elas consideradas trapos de imundícia (Is 64.6).

2.2 –  A maravilhosa doutrina da justificação

Dentro da doutrina da justificação temos algumas características:

  1. A justificação é tanto para os judeus, como para os gentios (nós) – Rm 3:21 – O vocábulo ‘manifestou‘, no grego, vem de uma raiz cujo significado é ‘tornar manifesto ou visível ou conhecido o que estava escondido ou era desconhecido.”
  2. A justificação é algo gratuito pela graça de Deus – Rm 3:24 – “Sendo justificados gratuitamente, por sua graça, mediante a redenção que há em Cristo Jesus…”
  3. Cristo nos resgatou, este é o maior símbolo da justificação, leia Gálatas 3:13:

“Deus enviou seu Filho para se fazer maldito por nós, porque esta escrito: Maldito todo aquele que for pendurado no madeiro”

2.3 –   O novo homem é justo

Um paralelo entre as festas bíblicas e a nova fase da vida do homem que nasceu de novo.

  • Primeira festa bíblica – Páscoa
  • Segunda festa bíblica – Pães asmos
  • Terceira festa bíblica – Primícias

A primeira fase é a páscoa, nesta fase o crente celebra seu novo nascimento, a passagem da vida antiga para a nova;
A segunda fase é dos pães asmos, festa que o alimento é pão sem fermento, e fermento simboliza pecado, depois do novo nascimento, tiramos o fermento de nossa vida;
A terceira fase é das primícias, onde começamos a dar os primeiros frutos do espírito em uma nova vida.

III –  A SANTIFICAÇÃO  DO NOVO HOMEM

3.1 – A santificação como posicionamento

Embora o processo de santificação seja contínuo, no momento de sua conversão, o homem dá o primeiro passo na reconciliação com o salvador e pode ser considerado santo pelo seu posicionamento.

Além disso, este ato de santificação é considerado como foi o caso do ladrão da cruz que se arrependeu momentos antes de morrer. Note que, embora tenha levado uma vida por caminhos tortuosos, ao se arrepender, ele pôde encontrar perdão em Cristo para salvação. (Lucas 23.42)

Da mesma forma, muitos quando estão em seu leito de morte, se mostram arrependidos, se convertem ao salvador e alcançam dEle Salvação.

3.2 -A santificação como processo

As escrituras ensinam que o homem que serve a Deus, deve viver uma vida de santidade.

Hb. 12.14, 2Pd. 1.15,16. “Santo, Santo” (do grego “Hágios” – no Hebraico Kadosh) significam. Nas duas línguas originais “separados, puro”, santo é aquele que foi separado por Deus e para Deus; por isso mesmo o sentido moral e ético da palavra não pode ser esquecido. Alguns versículos que nos mostra que a santificação é um processo contínuo.

1 – (I Ts. 4.1-7) como processo, a santificação se dá passo a passo, durante a nossa existência;
2 – A Bíblia diz: “Não entristeçais o Espírito Santo…” Ef. 4.30 – “Não apagueis o Espírito” – (I Ts. 5.19).

3.3 – A santificação é a vontade de Deus no novo homem

A santificação é uma característica do Cristão.

Um homem renascido em Cristo passa por um processo de santificação ao longo de TODA sua jornada: Desde a conversão até o fim de seus dias:

“Segui a paz com todos, e a santificação, sem a qual ninguém verá o Senhor” Hb 12:14

Sobretudo, esta é a vontade do Senhor para o homem desde a Primeira a Aliança (Levítico 11.44,45)  e reafirmada na Segunda Aliança (I Pedro 1.15,16) é que sejamos Santos assim como Ele é:

“Porque esta é a vontade de Deus, a vossa santificação” – 1 Tessalonicenses 4:3

Post – Aula 13 – O Novo Homem em Jesus Cristo | Subsídio da EBD
Tags – aula 13 da ebd, o novo homem em Jesus Cristo, subsídio da ebd lição 13, escola bíblica dominical
Post Relacionado – A necessidade da justificação através de Jesus

Avalie Esse Estudo

Avalie Esse Estudo

Muito obrigado Pela Avaliação 5 / 5. Contagem de Votos 3

Seja o Primeiro Avaliar Esse Estudo

HEY, VOCÊ GOSTARIA DE SER UM PREGADOR \ ESTUDANTE DA BÍBLIA TOTALMENTE DIFERENCIADO?

A maioria dos pregadores diferenciados e estudantes da bíblia que chamam atenção das pessoas enquanto fala são aquelas que tem um estudo diferenciado.
Você já conheceu alguém que enquanto fala todos querem ouvir?
O que essas pessoas tem que as outras não?
Essas pessoas tem muito conhecimento bíblico e sabem fazer uma EXCELENTE EXEGESE BÍBLICA.
Gostaria de aprender hebraico bíblico e cultura judaica e o principal, fazer uma excelente exegese bíblica?

CLIQUE AQUI PARA APRENDER HEBRAICO BÍBLICO E CULTURA JUDAICA

Tags: | | |

Sobre o Autor

Aline Favali de Souza Figueiredo Patrocínio
Aline Favali de Souza Figueiredo Patrocínio

Aline Favali, co-produtora do portal Estudo de Deus e do Curso Tsade - Hebraico do Jeito Certo. Formada em Ciência da Computação e em Licenciatura em Matemática, pós graduada em Gestão de Projetos e amante da Bíblia Sagrada e do hebraico bíblico.

1 Comentário


Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *